Agora são: .Horas e .Minutos - Bem vindo ao Blog Ciências Sempre!

terça-feira, 8 de março de 2016

REVISÃO PARA O TESTE DE CIÊNCIAS - 6º ANO - I UNIDADE - 2016


      O primeiro nível alimentar é SEMPRE ocupado pelos PRODUTORES (vegetais).

     “Depois de mortos, somos todos comidos pelo bicho da terra”. Essa é uma expressão popular que você já deve ter ouvido.

     O termo “bicho da terra” corresponde aos fungos e bactérias e na cadeia alimentar correspondem aos seres DECOMPOSITORES.

     Os decompositores são importantes porque, ao se alimentarem da matéria orgânica, limpam o ambiente e produzem sais minerais enriquecendo o solo e facilitando a absorção desses minerais pelas plantas.

     O krill é um pequeno camarão marinho. Alimenta-se de algas e é um dos principais alimentos de muitos peixes, que servem de refeição para aves, golfinhos, focas e pinguins.  Devido à sua posição na teia alimentar marinha, o krill vem sendo protegido por legislação ambiental. O nível alimentar a que o krill pertence é o de CONSUMIDOR PRIMÁRIO.

     Os organismos que desempenham em um ecossistema terrestre o mesmo papel do fitoplâncton em um ecossistema aquático SÃO AS PLANTAS.

     Grande número  de espécies marinhas visitam os manguezais em suas fases iniciais de vida. Isso porque nos manguezais ocorrem as condições abaixo:
     - Que as marés  resolvem o fundo lodoso, transportando nutrientes e matéria orgânica assimilável.
     - Que as folhas, frutos e galhos que caem dos mangues constituem rica fonte de alimento.
     -Que as raízes e galhos entrelaçados da vegetação de mangue oferecem proteção contra predadores.
     - Que os materiais trazidos pela água dos estuários são decompostos e transformados em nutrientes.

     Numa determinada região temos muitas plantas que produzem frutos. Certos insetos adoram sugar o liquido doce contido nesses frutos. Por sua vez, determinadas aves gostam de se alimentar desses insetos. Todos vivem em uma região de alta temperatura,  com poucas chuvas e solo bem arenoso.
     Observe que o texto apresenta palavras grifadas. As PLANTAS, OS INSETOS  E AS AVES constituem os fatores BIÓTICOS e a TEMPERATURA , a CHUVA e o SOLO representam os fatores ABIÓTICOS.

     Os ecólogos combatem a poluição dos rios pelas indústrias, mas eles não são contra o progresso. O objetivo é lutar pela preservação dos seres vivos e do meio ambiente.

     CONHEÇA AS DEFINIÇÕES DE:
     COMUNIDADE – diferentes grupos de organismos que se inter-relacionam num determinado ambiente.
     POPULAÇÃO – conjunto de organismos ou indivíduos de uma mesma espécie.
     ECOSSISTEMA – comunidade mais os fatores abióticos.
     BIOSFERA – conjunto de todos os pontos sobre os quais há vida na Terra.

SUPONHA A TEIA ALIMENTAR:


     A PLANTA representa os seres produtores nessa teia, já O GAFANHOTO, A LAGARTA, A FORMIGA E O ESQUILO  representam os consumidores primários.
     A ONÇA, A ÁGUIA, A CORUJA E A COBRA são os seres que estão no topo dessa teia alimentar. Isto é, não têm predadores.
          Na teia alimentar mostrada acima, a planta ocupa o PRIMEIRO nível trófico.

           A radiação solar pode interferir na vida das plantas porque é, em parte, absorvida pelas plantas durante o processo de fotossíntese.

     A radiação solar é um fator abiótico porque é um fator sem vida (fator físico), portanto abiótico.
     Todas as espécies aquáticas, isto é, animais, vegetais e microrganismos são os seres vivos aquáticos que podem ser ameaçados se estiverem em rios que contenham substâncias perigosas.
     Nos seres humanos a chuva ácida provoca problemas respiratórios e irritação nos olhos. Ainda pode provocar danos à fauna e à flora.

     Veja o esquema da cadeia alimentar abaixo.
     


 O papel de cada um na cadeia alimentar.
- As algas (planta do fundo) – Organismo que produz o próprio alimento.
- O caramujo - O herbívoro.
- Os peixes e a ave - Os carnívoros.
- Fungos e bactérias - O responsável pela reciclagem da matéria.

     Podemos dizer que um aquário com animais e plantas é um ecossistema, se nesse aquário houver uma troca equilibrada entre matéria e energia.

     Os seres produtores são importantes em uma cadeia alimentar porque são os únicos que realizam fotossíntese, introduzem energia nos ecossistemas e compõem a base das cadeias alimentares.

     Você sabe qual a diferença entre CADEIA E TEIA ALIMENTAR?

A teia alimentar é mais complexa e envolve muitas cadeias alimentares. Numa teia alimentar, um ser vivo pode ocupar mais de um nível trófico.

     





Um comentário:

Maria Eduarda disse...

Ajudou bastante no teste,obg proff <3

Quer saber mais sobre vulcões e sobre terremotos?

terremoto

Confira os posts sobre o assunto! Conheça causas, efeitos e entenda o que são essas manifestações da natureza!
krakatoa.jpg

Vulcões e terremotos

Os vulcões e terremotos representam as formas mais enérgicas e rápidas de manifestação dinâmica do planeta. Ocorrem tanto em áreas oceânicas como continentais, e são válvulas de escape que permitem o extravasamento repentino de energias acumuladas ao longo de anos, milhares ou milhões de anos. Esses eventos são sinais de que, no interior da Terra, longe dos nossos olhos e instrumentos de pesquisa, ocorrem fenômenos dinâmicos que liberam energia e se refletem na superfície, modificando-a. Por outro lado, também existem formas lentas de manifestação da dinâmica interna terrestre. As placas tectônicas, conforme a teoria da Tectônica de Placas, incluem continentes e partes de oceanos, que movem-se em mútua aproximação ou distanciamento, a velocidades medidas de alguns centímetros por ano, assim contribuindo para a incessante evolução do relevo e da distribuição dos continentes e oceanos na superfície terrestre.

Fonte: http://www.ibb.unesp.br/departamentos/Zoologia/material_didatico/prof_marcello/Geologia/Terra_Dinamica

Saiba mais, lendo os posts sobre vulcões e terremotos!

Abaixo, entenda a Escala Richter!

Escala Richter

Escala Richter

Vídeo sobre terremotos e vulcões